Noites Cafajestes à venda

Noites Cafajestes está de novo à venda, agora no site da Amazon Brasil: clique no link abaixo, e digite o nome do livro na pesquisa loja kindle, no alto da página.
Um verdadeiro guia de comportamento e sabedoria canalhas e cafajestes por R$6,00.

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Reflexão noturna

Um aviso para essas moças que desfilam pelo mundo e pela vida afora, inclusive noites afora, que se acham perfeitas, supremas, absolutas, princesas maravilhosas que não são dignas de nenhum dos insuportáveis, 'imaturos'(esse termo é hilário!), 'galinhas' e desprezíveis homens, que se julgam deusas inacessíveis: esperem deitadas em sua solitária cama no seu solitário quarto o príncipe encantado perfeitinho, pois sentadas morrerão de cansaço e tristeza. E mais: não dirigir uma palavra, virar o rosto e sair andando, como resposta a uma abordagem masculina, inclusive uma feita de maneira educada, não faz de você poderosa, misteriosa ou besteira do tipo, faz de você uma mal educada, pura e simplesmente.

Saudações noturnas e cafajestes

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Descobertas feitas em mesas de bar e registradas em guardanapos - LXXV

"Homem é que nem gato doméstico: quando quer comer, fica carinhoso."

Observação feita por uma conhecida, moça curtida pela vida e bastante cética para com os homens. Os homens que estávamos na mesa com ela rimos, constrangidos, mas concordamos, alguns encabulados.

Tão vendo? Essa tranqueira também zoa os homens!!

Saudações canalhas e cafajestes

segunda-feira, 4 de setembro de 2017

Late friday night (or saturday dawn) feelling

Um clássico absoluto,um blues rock matador, e um perfeito retrato da safadeza e  malícia masculinas, bem como uma forma sutil e canalha de anunciar suas (ótimas) intenções lascivas para com a dama desejada, sem ser explícito. Acompanhem a letra dessa obra-prima, confirmem isso  e sigam a dica deste escriba: é uma forma elegante e ao mesmo tempo bem sacana de deixar claras essas ótimas intenções com aquela moça que se faz, com a sutileza e falsa ingenuidade que só as mulheres de verdade conseguem, de desentendida:
E não peçam explicações sobre as circunstâncias que trouxeram essa música de volta à vida deste cafajeste barato!

 

quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Uma irmandade cujos membros, ao se reconhecerem, sabem quão duro é ser parte dela

Um encontro de antigos amigos, que se conheceram e forjaram laços de amizade em redações de jornais prostituídos, agências de comunicação picaretas e editoras nada profissionais. A conversa flui como vinho de um assunto a outro(o trecho em negrito foi surrupiado de um número de Hellblazer escrito pelo grande Garth Ennis),  até que um dos participantes da mesa etílica relata algumas das desditas e sinas que sofreu nas sedutoras e macabras mãos de sua última parceira de vida, cama, copos, etc. Sua narração dos sofrimentos que a referida dama lhe impingiu prossegue em um crescendo que prende a atenção de todos, até que ele chega ao clímax que todos previam e relata as agressões físicas que sofreu. Horrorizado, pois este infeliz escriba já passou pela mesma situação, ele balbucia algo que o rapaz não compreende bem devido ao barulho que preenche o bar, por isso imagina ser incredulidade, daí reafirma: tudo que acabou de relatar é verdadeiro. Ao que respondo: 'acredito em você, não duvidei, fiquei é pasmo e indignado, pois sei que é verdade e sabe como? Vi nos seus olhos o brilho sofrido de um homem que apanhou da mulher que então gostava, sem ter merecido isso, coisa que só nós que já passamos por isso podemos reconhecer'(aliás, me sinto um idiota por reiterar algo tão óbvio e fundamental, mas nesses tempos de burrice campeando à solta, é necessário: NINGUÉM, em um relacionamento, merece receber agressões físicas do outro!!!!!). 
Caros leitores, naquele momento apertamos as mãos como dois irmãos, dois membros da sofrida irmandade dos homens que já sofreram agressões físicas(precedidas por agressões verbais tão humilhantes quantos, irrepetíveis) da sua então mulher. Esta é a irmandade cujo reconhecimento de pertencer a ela nunca é motivo de orgulho, uma tribo que preferia não existir.

E para manter o tom insistente, monótono, raivoso que permeia esta tranqueira nos últimos tempos, encerro a postagem com a seguinte dedicatória: feminazis que sempre relativizam a violência praticada pelas mulheres, vão se foder!!!!!!!!!!!!!!!!

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Texto fútil, curto e iradíssimo (não peçam explicações!!!!!!!!!)

Só se consegue se tornar um adulto pleno, um ser humano de verdade, um dono de si de verdade, um canalha de verdade, seja essa pessoa homem ou mulher, aquele(a) que rompe totalmente, violentamente e para sempre, com todos os valores que sua adorada família burguesa-cristã-machista-hipócrita tentou lhe impigir.

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Descobertas feitas em mesas de bar e registradas em guardanapos - LXXIV

"Se todo homem é um estuprador, então toda mulher é literalmente uma castradora. "

Este escriba, bêbado, mas muito são.

Apenas mais uma postagem para a coleção de ataque às nojentas feminazis.

Sem mais.

quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Este medíocre escriba no ainda mais medíocre facebook

Os leitores mais atentos ou curiosos já notaram o link para meu perfil na tranqueira absoluta, no carfanaum  da imbecilidade humana que é o facebook, à direita. Bem, fiel a meus princípios de baixeza, covardia e mediocridade, lá andei postando explosões de raiva, acessos de ódio e mesquinharia que se publicados no meu perfil 'civil' certamente me causariam aborrecimentos, pois certamente alguns conhecidos de compleição delicada e frágil se sentiriam ofendidos e rebateriam com admoestações 'ponderadas' que me levariam a respostas ainda mais iradas e o resultado disso todos sabemos. Sim, meu ignoto perfil no face é um repositório do que evito postar sob minha identidade real. Sei lá por que, tive um rompante de mudar isso um pouco, assim, segue o último texto que lá postei. E se se interessou ou que conhecer um pouco mais de minha natureza vil, passe a seguir ou me adicione, espalhar discórdia e confusão é minha segunda natureza!

O texto:


MILITANTES HISTÉRICAS QUE ACHAM SER ESCRITORAS(OU SERIAM ESCRITORAS QUE MAIS MILITAM QUE ESCREVEM??):
MAIS UMA PRAGA DA MODERNIDADE INTERNÉTICA
Farto de certas escritoras que se preocupam muito mais com ativismo feminazi-lacrador(argh!!)-empoderador-justiceiro social que com escrever textos que prestem( conheço algumas pessoalmente; duas são ótimas autoras, ao menos, seus textos são de grande qualidade, o ativismo é chato pacas; outra, a mais extremista e insuportável, escreve contos medíocres - será mera coincidência isso?). Triste que em vez de encarar a difícil tarefa de combinar literatura de qualidade com militância (Lima Barreto manda um alô para vocês, queridas!!!), essa moça - como outras aliás, que só conheço virtualmente - prefere ficar no conforto da histeria politicamente correta e ser autora de 'histórias fofíssimas para deixar seu coração quentinho' (juro que li isso no perfil de uma delas!!!Podem vomitar agora!!!)